9 dicas para usar o cartão de crédito a seu favor

Postado em por brenda

como usar o cartão de crédito a seu favor

Como usar o cartão de crédito a seu favor? Eis uma pergunta que todo consumidor deveria fazer.

O cartão de crédito, quando mal utilizado, pode ser um perigo para a sua vida financeira. Você já deve ter ouvido a história de alguém que se perdeu nas faturas, gastou mais do que podia e formou dívidas, não é mesmo?

Uma pesquisa da Confederação Nacional de Comércio revelou que o endividamento dos consumidores cresceu nos oito primeiros meses de 2021. Em agosto, a proporção de famílias com dívidas alcançou novo recorde histórico de 72,9%.

No entanto, o cartão de crédito pode ser seu aliado se você o utilizar com sabedoria e planejamento.

Quer saber como? Leia as nossas 9 dicas para usar o cartão de crédito a seu favor!

1. Organize suas finanças

A chave para uma vida sem dívidas é sempre organização e planejamento. Isso significa organizar o dinheiro que entra e os gastos mensais ao mesmo tempo em que realiza outras compras de maneira consciente, sem impulsos desmedidos.

Uma boa forma de fazer isso é concentrar o pagamento de diversas despesas em um única data, de preferência logo após o recebimento do seu salário. Assim, você já “se livra” das contas o quanto antes e tem a garantia de que não esqueceu de nenhuma.

Dessa forma, você conquista maior controle sobre os seus gastos e consegue fazer algo importante: estabelecer um limite máximo para os gastos. E, mais importante ainda: respeitar o limite que você estabeleceu

Esse é um método útil para não levar um susto quando a fatura chegar. Recomendamos que a soma dos limites de todos os cartões comprometa, no máximo, 50% da sua renda líquida. 

Leia também: 10 dicas fáceis para economizar

2. Limite o cartão de dependentes

Falamos do limite pessoal do seu cartão e isso é algo que você pode controlar sozinho. Mas e os seus filhos?

Hoje em dia, torna-se cada vez mais comum que pais deem cartões de crédito para os seus filhos. Alguns com a recomendação de serem usados somente para emergências e outros até mesmo como forma de mesada.

De qualquer maneira, é importante estabelecer um limite mais baixo para esses cartões. Afinal, uma boa parte das pessoas que ficam endividadas com o cartão de crédito chegam a essa situação porque têm acesso a um crédito muito maior do que podem pagar. 

Os seus filhos podem ainda não ter a mesma organização financeira que você tem. Portanto, estabeleça um limite condizente com a sua situação financeira. 

3. Faça compras após o fechamento

O ideal para uma boa organização financeira é pagar tudo à vista, porém, sabemos que, em algumas situações, um parcelamento pode ser necessário.

Nesse caso, espere até o fechamento da fatura, que ocorre entre cinco e dez dias antes do vencimento. Esse é o melhor momento para fazer suas compras, pois, além de evitar um acréscimo nas contas atuais, você tem até 40 dias até a próxima fatura chegar.

4. Negocie a anuidade… ou não pague

Se você nunca se enrolou com dívidas e tem um bom histórico, é possível entrar em contato com o seu banco para negociar a anuidade. A acirrada concorrência dos últimos anos está a seu favor. Afinal, hoje existem as fintechs, que não cobram anuidade nenhuma.

Falando nelas, essa é outra opção! Diversas fintechs não cobram taxas e podem oferecer opções melhores dependendo das suas necessidades. Analise as novas opções e escolha o que funciona melhor para você.

5. Diminua a quantidade de cartões

Com um excesso de cartões, as coisas tendem a se complicar. 

Isso porque você vai precisar prestar atenção a diversas faturas ao mesmo tempo e as informações vão estar todas espalhadas em contas diferentes. Hoje em dia, até mesmo lojas como Renner e Riachuelo conseguem emitir cartões de crédito. 

Você pode ter mais de um cartão se a sua organização e o seu planejamento estiverem funcionando. Porém, fique atento: mais cartões significam mais obstáculos em potencial para as finanças bem controladas.

6. Não empreste seu cartão

Amigos e família são importantes, mas você não vai querer seu nome sujo por algo que outra pessoa fez, certo? 

Assim, considere o seu cartão como a sua escova de dentes: como um objeto que não deve ser compartilhado.

7. Compre somente em sites seguros

O e-commerce é cada vez mais popular no Brasil e no mundo. 

Uma pesquisa do eMarketer reportou um aumento impressionante das vendas online durante a pandemia de coronavírus. Os Estados Unidos saltaram de 12% para 28% em vendas de e-commerce, enquanto a China foi de 28% para 38%. A perspectiva é que o crescimento continue nessa velocidade.

Porém, muito cuidado! Nem tudo que está na internet é confiável. Existem sites criados para enganar o consumidor e captar todos os dados do cartão. 

Nossa dica para fugir dos golpes é pesquisar muito bem sobre o site antes de realizar uma compra e usar o cartão virtual. Ele é como uma cópia digital do seu cartão. A diferença é que o código de segurança (CVV) muda a cada 24 horas.

Assim, caso os dados do cartão caiam em mãos erradas, não será possível finalizar qualquer compra ou transação.

8. Acompanhe a sua fatura

Planejar é a chave, mas acompanhar a fatura anda lado a lado em importância. 

A fatura do cartão vai te ajudar a entender o seu comportamento de consumo. Além disso, se você estiver na dúvida se já atingiu aquele limite que você estabeleceu no 1º item, é possível verificar rapidamente e evitar problemas.

Os aplicativos de bancos e fintechs evoluíram muito nos últimos anos e hoje é simples acompanhar a sua fatura em plataformas fáceis de usar. Use a tecnologia a seu favor!

Veja a Simpay na mídia: Startup oferece pagamento parcelado de contas

9. Evite atrasar o pagamento da fatura

Um erro comum quando se trata de cartão de crédito é atrasar o pagamento da fatura ou somente pagar o mínimo. Ambos os casos podem resultar em juros que só trarão mais problemas para as suas finanças.

Uma opção para evitar isso é contratar um empréstimo pessoal com juros mais baratos do que os do cartão. Mas cuidado para pagar em dia ou a dívida pode aumentar.

Como usar o cartão de crédito a seu favor

Agora, você já sabe as nossas dicas para um bom uso do cartão de crédito.

Ele também é um aliado quando você precisar parcelar contas como IPVA, fatura de luz ou a mensalidade da escola do seu filho ou filha. Tudo isso é possível com ajuda da Simpay!

Embora o ideal seja sempre guardar dinheiro e pagar à vista, o cartão é ainda um grande auxílio para fazer compras grandes ou para assinar serviços. 

Usando-o com consciência e planejamento, é possível manter a saúde financeira e não se complicar com a fatura tendo sempre a organização em dia.

Postado por: brenda

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Leia também:
https://somossimpay.com.br/wp-content/uploads/2021/08/endividamento-simpay.jpghttps://somossimpay.com.br/wp-content/uploads/2021/09/foto-blog-simpay-4.pnghttps://somossimpay.com.br/wp-content/uploads/2020/11/image-4.png